Primeira revolução industrial - Resumo

A revolução industrial e suas fases é um dos temas mais comuns cobrado no exame nacional do ensino médio (Enem), com base nos Enem's anteriores perguntas relacionadas a este tema costumam corresponder a 7% das questões da área de Ciências Humanas e suas Tecnologias.

 A primeira revolução industrial é um divisor de águas na história da humanidade, considerada a mais radical transformação humana documentada.

Com a proliferação das invenções e descobrimento de novas fontes de energia a partir da segunda metade do século XVIII iniciou-se na inglaterra a primeira revolução industrial, expandindo posteriormente para outros países no século XIX.

A revolução não foi um evento singular, foi um processo contínuo que envolveu várias fases e países, tornando as indústrias parte da vida humana, transformando os setores artesanais e manufatureiros em setores industriais.

Muito antes das máquinas a vapor serem introduzidas nas indústrias, a inglaterra já havia feito mudanças na agricultura e criado relações comerciais com outros países. Os métodos de produção agrícolas começaram a se desenvolver a partir de 1770, a transformação de fibras em fios surgiram impactando positivamente a produção têxtil, as paisagens terrestres, estruturas econômicas e sociais também foram impactadas.

No decorrer do século XIX a energia a vapor foi substituída pela energia elétrica. Até esse momento a Inglaterra era líder em desenvolvimento industrial, vindo a perder tal posto para a Alemanha e para os Estados Unidos no final do mesmo século, pois estes propuseram novas revoluções nas indústrias, estimularam as invenções e aumentaram a suas riquezas.

O surgimento de bancos, mercados financeiros e um sofisticado sistema de comunicação e transporte, proporcionou um sistema econômico cada vez mais global, incluindo até países não industrializados.

O manuseio do ferro

O ferro foi a matéria-prima fundamental para o processo da revolução industrial. Ele era necessário para construção de diversos objetos, como panelas, canos, vigas e até mesmo na construção da primeira ponte na Grã-Bretanha.

Primeira ponte de ferro na Grã-Bretanha.

Primeira ponte de ferro desenvolvida na Grã-Bretanha.

No início do manuseio do ferro a inglaterra era a que mais se destacava na sua utilização, porém, no final do século XIX quando o aço superou o ferro, por ser mais fácil de ser trabalhado, a Alemanha e o Estados Unidos ultrapassaram a Inglaterra com novas utilizações feitas da liga de aço.

As máquinas que eram de ferro passaram a ser de aço, aumentando a sua precisão e eficiência.

O manuseio do carvão

O carvão e o ferro foram as principais matérias primas na primeira revolução industrial, portanto a utilização desses materiais aumentou muito.

As máquinas a vapor e a melhoria nas condições de trabalho nas minas de carvão da Grã-bretanha permitiram a exploração de veios mais profundos dos grandes depósitos de carvão. No início tanto mulheres quanto crianças trabalhavam em condições de risco nas minas, a regulamentação sobre as condições de trabalho foram sendo estipuladas aos poucos.

Trabalhadores na mina de carvão - primeira revolução industrial

Trabalhadores na mina de carvão.

Outros países se inspiraram na Grã-Bretanha e começaram a explorar suas minas de carvão, mas a Grã-Bretanha se manteve como a principal exportadora de carvão até a primeira guerra mundial. Com a descoberta de novas áreas de extração de ferro e carvão, a utilização desses materiais vinha crescendo e demonstrando cada vez mais importância. Mais adiante o carvão foi superado por outras fontes de energia.

Meios de transportes na primeira revolução industrial

Os meios de transportes foram essenciais para a expansão da produção industrial, graças a eles foi possível o transporte de matérias primas e produtos fabricados. Melhorar as estradas era muito caro, e só era possível transportar mercadoria em navios por rios específicos.

A solução foi o desenvolvimento de canais de transporte, que por sinal foi a primeira grande realização da história da engenharia civil. Os canais eram utilizados principalmente para transportes comerciais.

Canais primeira revolução industrial

Inauguração do canal de Suez.

Posteriormente, com o avanço da revolução industrial na Grã-Bretanha, as estradas foram substituídas por estradas de ferro, facilitando ainda mais o transporte e o comércio.

Energia através das máquinas a vapor

A primeira utilização das máquinas a vapor foi a de bombear água das minas de carvão, mas a energia gerada pelas máquinas a vapor era utilizada em outras fábricas para acelerar os processos de produção, como as fábricas de algodão. Posteriormente foi utilizada nos transportes, acelerando o deslocamento por terra e por mar.

Máquina a vapor

Máquina a vapor.

Agora que você sabe sobre a primeira revolução industrial, que tal colocar seus conhecimentos em prática com Enem Game? 

Basta acessar o link abaixo, selecionar a categoria "Ciências Humanas e suas Tecnologias"  

Abrir no browser: https://play.enemgame.com.br/#/welcome

Baixar jogo: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.enemgame

Leia também:

Segunda revolução industrial - Resumo

Terceira revolução industrial - Resumo

Siga-nos também nas redes sociais:

 

 

 

Parceiros