Era Vargas - Resumo

A Era Vargas é um dos temas mais comuns cobrado no exame nacional do ensino médio (Enem), com base nos Enem's anteriores perguntas relacionadas a este tema costumam corresponder a 11,1% das questões da área de Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Era Vargas

A história brasileira foi marcada pelo movimento que tirou Washington Luís e concentrou o poder em Getúlio Vargas, que assumiu a presidência do país. A Era Vargas teve seu início após a Revolução de 1930 findando em 1945, com a deposição de Vargas.

Era Vargas

Resumo

O presidente Washington Luís foi deposto ao final da Revolução de 30, assumindo em seu lugar, Getúlio Vargas, dando início assim à chamada Era Vargas, que durou 15 anos, de 1930 a 1945.

Destituindo Washington Luís do cargo de presidente, devido a revolução que se findava, conseguiu-se também impedir que Júlio Prestes assumisse o cargo.

No decorrer de 15 anos de governo, Getúlio Vargas procurou centralizar o poder, Inclusive muitos historiadores e pessoas que viveram este período nomeiam esse momento como o “ nascimento da ditadura de Vargas”. O governo de Vargas ficou marcado também pela aproximação com a população, esta característica ficou em maior evidência durante o Estado Novo.

O Estado Novo foi a última fase da Era Vargas, sua principal característica era ter sido um regime ditatorial inspirado no modelo nazifacista.

Getúlio Vargas em 1945 foi forçado a renunciar por exigências dos militares. Com a saída de Getúlio Vargas do poder iniciou-se a Quarta República, que foi a organização de uma nova constituição para o país e ocorreu no período entre 1946 a 1964.

Características da Era Vargas

Por ter passado por várias fases, é uma tarefa complexa citar todas as características deste período detalhadamente, mas podemos destacar algumas características marcantes.

Política trabalhista

Para se aproximar da massa, Vargas ampliou os benefícios trabalhistas. Criou o ministério do trabalho concedendo direitos aos trabalhadores.

Capacidade de negociação política

Ao longo de sua vida política vargas desenvolveu e aperfeiçoou a capacidade de harmoniza-se com grupos opostos em seu governo, como ocorreu em 1930, quando tenentistas e oligarquias dissidentes o apoiaram.

Centralização do poder

Durante o período de Governo Vargas, o mesmo tomou ações para exaurir o poder legislativo e fortalecer os poderes executivos. Essas ações ficaram em evidência durante o Estado Novo.

Propaganda política

Vargas utilizou o Departamento de Imprensa e Propaganda, para destacar as qualidades de seu governo. Esta característica do governo vargas também ficou notável durante o Estado Novo.

Transição de poder de Washington Luís para Getúlio Vargas

Um dos motivos que levaram Getúlio Vargas a presidência foi a implosão do modelo político que existia no Brasil durante a Primeira República. Durante a década de 1920 o sistema oligárquico prevalecia em nosso país, e diversas críticas foram feitas a esse sistema, principalmente por parte dos tenentistas que era o movimento de oposição de maior destaque.

Durante a eleição de 1930 ficou em evidência a queda da Primeira República. Nesta eleição houve rompimento entre a oligarquia paulista e a mineira, pois o presidente Washington Luís se recusou a indicar um candidato mineiro para concorrer ao cargo de presidente, indicando Júlio Prestes para concorrer ao cargo.

Este comportamento de Washington Luís descontentou a oligarquia mineira, pois tal ato rompia o acordo feito entre as duas oligarquias (Política do Café com Leite). A oligarquia mineira voltou-se contra o governo, se aliando a oligarquias gaúcha e paraibana, optando por lançar Getúlio Vargas para concorrer ao cargo de presidente.

A disputa pela presidência ficou entre Júlio Prestes e Getúlio Vargas, tendo Júlio Prestes como vencedor da disputa eleitoral. Mesmo após a derrota de Getúlio Vargas, seus companheiros de chapa eleitoral (chamada de Aliança Liberal) começaram a tomar medidas para destituir Washington Luis do poder.

As medidas tomadas pela Aliança Liberal, acabaram virando uma rebelião, quando João Pessoa que era vice de Getúlio Vargas foi assassinado por João Dantas em Recife. Por mais que o assassinato de João Pessoa não tivesse nenhuma ligação com as eleições políticas foi utilizada como pretexto para investigação contra Washington Luís.

Em 1930, no dia 24 de outubro o presidente Washington Luís foi deposto da presidência, deixando o governo nas mãos da junta militar que governou o Brasil por 10 dias, posteriormente Getúlio Vargas assumiu a presidência.

Fases da era vargas

A Era Vargas pode ser divida em três fases, são elas:

Governo Provisório (1930 a 1934),
Governo Constitucional (1934 a 1937)
Estado Novo (1937 a 1945)

 Agora que você sabe sobre a Era Vargas, que tal colocar seus conhecimentos em prática com Enem Game? 

Basta acessar o link abaixo, selecionar a categoria "Ciências Humanas e suas Tecnologias"  

Abrir no navegador: https://play.enemgame.com.br/#/welcome

Baixar jogo: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.enemgame

Leia também:

Primeira Guerra Mundial - Resumo

Segunda Guerra Mundial - Resumo

Siga-nos também nas redes sociais:

 

Parceiros